Não se esqueçam de quando comentar um conto colocar #AMOCONTOS Antes do seu comentário

  • A gente não escolhe o amor, ele acontece. Uns vivem intensamente. Outros, por ironia do destino, vão embora.

  • O Amor simplesmente acontece você não escolhe a quem amar, deve ser por isso que existe essa história de cúpido pra justificar o erro de amar quem não merece.

  • Dizer para alguém não se apaixonar é burrice, pois você não escolhe amar, é o amor quem te escolhe.

  • Nem tudo acontece como a gente quer quando o assunto é amor. A gente não escolhe quem amar e às vezes a gente entrega o nosso coração a quem não merece!

  • É que a gente não escolhe quem amar, porque se escolhesse, eu escolheria as mesmas pessoas todos os dias! É que às vezes a gente gosta mesmo sem estar perto, mesmo sem estar junto, porque o amor não escolhe pele nem aparência, escolhe alma.

  • Dizer que ama e fácil, difícil mesmo é demonstrar. Por que palavras o vento leva, olhares mudam de direção, mas uma simples atitude faz-se necessário quando o sentimento mora no coração!

9 de junho de 2018

Leia me

Sinto uma estranha e enlouquecedora sensação.... só de te ver....
....mesmo a distância....Minhas mãos ficam a suar, meu corpo esquenta, meu coração acelera, os meus olhos brilham, perdidos no teu olhar, meu corpo todo treme, arrepia, sorriso bobo no rosto, as palavra ficam sem sentido, ñ sei o que dizer diante de tanta beleza, fico em êxtase só de pensar em vc. Esse meu louco amor fez entregar me totalmente a ti. Ñ cheguei perto de ti, mas um amor avassalador vc despertou em mim. Quero  desvendar teus segredos, deixa eu te dominar por completo, quero te tocar, morder....beijar sua boca com beijos molhado....
 Ah! Minha doce menina....
Tenha certeza, meus desejos irão te levar as maiores loucuras e prazeres. Talvez eu esteja sonhando, e vc nem percebe, o quanto te quero, o quanto amo vc, e fico imaginando suas mãos, seus dedos passeando pelo meu corpo, explorando cada detalhe, na maior travessura. Imagino nossas aventuras, nossos desejos se fundindo, e sonho estar em teus abraços, e de tua boca um beijo roubar....❤💞

Hoje, estou infinitamente insaciável,
Loba no cio e louca para devorar seus versos
Atrevo as minhas hábeis mãos nas entranhas,
Desfolhando página por página...
Num ciclo vicioso, dedilho alguns poemas,
Sacanas e excitantes, incita-me a luxúria. 
Poeta, que de nenhuma piedade tens por mim,
Leitora admiravelmente fascinada, perco-me
Em meio aos teus dúbios sentidos, 
Pelas tuas insinuações levianas e lascivas.
Rasgo a folha que cobre a minha flor,
Encharcada, convidativa...
Espele o néctar entre tuas entrelinhas, 
Acaricio a folha suave e molhada.
Gozo ferozmente sobre alguns verbos,
Escorrendo em meus dedos o mel poético
Que desejável leitura, maravilhosa escrita.
No final do livro uma frase:
-- Leia-me....
sempre que quiser Gozar!!!!❤💞



https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=133463067526388&id=100025880855243
Deixa-me perder no teu corpo....
No teu querer....
O teu corpo me leva a loucura....
Meu sangue ferve ao te desejar.
Menina....Ao pensar em ti fico toda molhada de tesão....
Vem....Rebolar no meu colo....
Vem....
E
Deixa-me perder
nos segredos
que em ti ocultas....
permite-me morar nos teus abraços....
Deixa eu ser dona dos teus sonhos....Dos teus mistérios....
Deixa eu adentrar nos teus desejos.... Deixa eu sentir teus amores....
    Permita me desvendar te por completo....
Serei tua por inteira....Confidente dos desejos roubados nas madrugadas solitárias.
Serei o teu amor perdido....
Quero afogar me na imensidão da tua
 alma....Eternizar cada momento que passarmos juntas....
Serei tua minha doce paixão....
Serei a luz que te desperta ao amanhecer.
Serei o amor em forma de carinho que aquece teu coração nas horas de solidão....
Permita me ser tua....
Se permite ser minha....❤💞








By JaneCanhete 
Compartilhar:

2 de junho de 2018

Quero ser tua

....Hoje quero ser tua....
  Nem que seja só hoje....
  Mas quero sentir tuas mãos no 
        meu corpo....
 Tua língua queimando minha pele....
    Tua boca invadindo a minha....
 Quero sentir o teu sexo me querendo....Me desejando....
    Quero ver teus olhos....faminto olhando para sua fêmea....
Querendo devorar por inteira....
     Hoje quero ser tua presa....
Hoje quero ser tua fêmea....Tua puta    Tua cachorra....Tua safada....Tua   menina....Tua mulher....
          Ñ importa o que queres que eu seja....
           Só quero ser tua hoje....❤💞

Maria Clara
"Meus medos
Receios
Se confundem 
Com minhas vontades
Perversa loucura
Desejos insanos
Sou louca em um mundo tão normal
Gosto do incomum
Desejo o inimaginável 
Perdidas em uma explosão de sentimentos 
Exagerada em tudo
Transbordando 
Sou assim
Mulher insana
Louca em poesia
Versos profanos
Nada de amor convencional
Prefiro a paixão inconstante 
Não me chame de princesa
Me chame de devassa
Clichês não me atraem
Gosto do desafio 
Gosto do perigo
Gosto de tudo que me desperte
Que instigue
Inteligência 
Sutileza
O sim e o não 
Decifre
Descubra
Mas nunca tente me concluir
Sou a pergunta sem resposta
O problema matemático sem solução 
A poesia picante
A dissertação com tema inexplicável 
Sou simples
Complicada
Sou tão eu...."❤💞



https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=117781502443843&id=100026359818826



By JaneCanhete
Compartilhar:

31 de maio de 2018

Eu e Vc

Anoiteceu
Todos se foram
Somos só eu e você
Em um universo só nosso
Ao deitar
Sinto sua respiração na minha face
Minhas mãos passeiam por seu corpo
Sua boca aproximando da minha
Com desejo
Com amor
Com carinho
Com calor
Sem palavras
Apenas gestos
Nada mais é necessário
Quando dois corpos se juntam
É instinto
Um compreende o outro
Descobrindo o que se promove nos demais instantes
As mãos se entrelaçam
Bocas respirando uma na outra
Exalando o que sentem
Transpirando desejos
Respirando tesão
Sussurrando gemidos
Até chegar no topo
O que era vivo
Morre por instantes
A mais erótica e intensa sensação
De amor, de tesão
Querem uma a outra
Por algo que vicia
E minutos depois
O ritual se inicia....❤💞

Samara Deyse
Tua boca....
Eu fico misturada aos delirios de teus beijos.
Essa mistura louca que confunde meus mais intensos sentidos!
Eu te busco e te encontro neste calor de sentidos.
Doce como mel quente como o ar de verão.
Minha doce fêmea que acalanta meus desejos.
Eu esperaria quantas vidas eu tiver, apenas por teus beijos de amor.
Algo me silencia
Me nota
Me sufoca
Voce com os mais deliciosos beijos que meus labios poderia tocar!
Algo me encanta
Me tira o ar
Me faz voar
Enlouquecer.
Beijos com amor e paixao.
Me beije amor, nao resistirei a tua sedução!❤💞


https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1654730037978977&id=398579766927350

By JaneCanhete
Compartilhar:

24 de maio de 2018

UMA TRANSA INESPERADA

     
Bom meus amores essa história que vou contar, aconteceu comigo no ano passado e foi muito louca, pois eu nunca tinha imaginado de ter um caso com uma menina de apenas 17 anos e ainda mais filha da melhor amiga da minha mãe e por consequência minha amiga também. A única garota novinha que eu tinha transado foi uma prima minha quando ela completou 18 anos e isso porque ela quase implorou para que eu fizesse isso. (Apesar que eu tinha o maior tesão nela, eu procurava respeitar meus tios, mais naquele dia não tive como escapar, risos). Voltando a história um belo dia Carlinha (CAH como a chamamos) chegou na minha casa em prantos, me abraçou dizendo que nunca mais queria saber de homem nenhum. Então eu um pouco assustada com aquilo perguntei o que tinha acontecido. E ela me disse que seu namoradinho a tinha traído. Eu nunca fui boa conselheira para esses assuntos mais tentei acalma-la, e aos poucos consegui ali mesmo na área da minha casa então a convidei para entrar para conversarmos mais um pouco, assim que entramos fechei a porta e fomos direto para meu quarto. Isso era umas 13 horas de um sábado, que marcaria para sempre minha vida. Então sentei na cama e falei para ela sentar ao meu lado. E antes de começar a falar com ela, fiquei olhando pra ela e pensando, que eu praticamente a vi nascer e crescer, pois eu tinha 12 anos quando ela nasceu, e as vezes eu ficava na casa dela a olhando pra que sua mãe pudesse fazer os serviços da casa ou precisava sair, então eu dava Banho, mamadeira e a colocava pra dormir e quando ela começou na escola era eu que a levava. E hoje estava aquele mulherão no meu quarto e na minha cama toda desamparada, e ela ficou me olhando parecendo ler meus pensamentos, que me causava uma sensação esquisita, ela é muito novinha. Eu me perguntava se ela gostava de mulher, mais fiquei na minha e comecei a observar seu olhar, então ela me abraçou e me deu um selinho. Ficou agarrada a mim e me olhando fixo nos meus olhos. E disse para que eu acabasse com sua tristeza, então perguntei como eu poderia fazer aquilo e ela foi enfática dizendo que queria fazer amor comigo, nessa hora eu quase desmaiei de susto, risos. Pois eu jamais imaginaria ouvir aquela proposta da Cah. Me disfarcei e levantei e disse que precisava escovar os dentes, pois ainda não havia escovado depois do almoço. Fui no banheiro, abaixei minha calcinha e sentei no vaso sanitário. Meu corpo estava ardendo em fogo. Eu estava um pouco zonza sem saber o que fazer, e minha buceta melada. Eu coloquei as mãos no meu rosto, fechei os olhos e pedi aos céus para que me desse coragem para resistir aquela garota que ajudei a criar. Fiquei lá por uns 15 minutos tentando me acalmar, então sai e fui direto para a sala e tomei um bom trago de whisky e voltei para o quarto já refeita do susto. E mudando de assunto, conversamos sobre outras coisas até o final da tarde. Mas ela não tirava seus olhos de mim. Ela foi embora só que a partir deste dia, sempre que eu entrava no Face book tinha uma mensagem dela pra mim de mulher pra mulher. A pesar de ficar com vontade de responder, eu lia e apagava as mensagens e nunca respondia, pois eu sempre ficava excitada com as coisas que ela digitava. Em uma dessas mensagens ela me tirou o chão dizendo que da última vez que ela tivera na minha casa e disse para eu fazer amor com ela, ela percebeu que eu tinha ficado toda molhada, e que ela também ficara, e continuou dizendo que todos os dias se masturba pensando em mim e que gozava muito.
E sempre que tinha oportunidade ela se declarava para mim. Mais eu fazia que nem via e deixei o tempo passar e fui aprendendo a lidar com a situação, e passados algumas semanas sua mãe fazia aniversário e me convidou para uma festa em sua, que seria apenas para parentes e amigos mais íntimos. E durante a festa e depois de algumas cervejas tive que ir ao banheiro. Assim que abri a porta ela veio atrás de mim e entrou comigo, fechando a porta. Me deu até um frio na barriga, pois eu não acreditava no que estava acontecendo e perguntei o que ela estava fazendo e ela respondeu direto que me queria e que estava louca por mim. Eu comecei a tremer e ao mesmo tempo fiquei excitada com a coragem dela. Aquilo me fascinava. Tentei me acalmar, abaixei minha calça, sentei no vaso apoiando meus braços nas minhas pernas, E ela se agachou na minha frente e apoiou seus braços nas minhas pernas, que me fez arrepiar toda e ficamos nos olhando até que aconteceu o beijo que no fundo eu estava querendo, e com muitos delírios e carinhos, nossos Olhos se fecharam, nossos corpos se esfregaram, nossos lábios e línguas se misturavam naquele puro momento de magia. Uma delícia, ela era super carinhosa e meiga, uma delícia de menina e mulher. Eu sentada e ela agachada nos abraçamos excitadas. Eu sentia nossa respiração acelerada. Ela começou a acariciar meu corpo e meus seios e os chupou com muita vontade mais eu me levantei e falei que nossa hora viria a qualquer momento. Ela estava com muito tesão e eu também, mais eu não queria desrespeitar a casa da minha amiga, então fiz um carinho no seu rostinho macio e falei que eu também a queria e que iriamos ficar juntas mais numa outra hora, então vi seus olhos brilharem de alegria que fez eu me arrepiar de novo. E ela perguntou se eu estava falando sério, eu disse que sim, e que eu seria toda sua e ela seria minha, só que não naquele dia. Ela com uma voz tremula disse, quando seria. Eu respondi que seria na quarta-feira à tarde pois eu estaria de folga e teríamos tarde toda para ficarmos juntas e perguntei se ela topava. E ela mais que depressa disse que sim e que ela esperava muito por aquela oportunidade, risos. Eu lhe fiz um carinho e disse que ela era uma pestinha gostosa que conseguiu me conquistar, e falei para irmos embora pois as pessoas poderiam perceber alguma coisa. Então me deu um beijo que me tirou o fôlego que amei de paixão. Mais eu ainda não acreditava que tinha dito sim para ela. Ela se arrumou, lavou o rosto e saiu do banheiro. Eu nem consegui fazer xixi, pois estava super molhada risos, mais terminei e me arrumei e voltei para a festa como se nada tivesse acontecido entre eu e Cah. Fiquei mais um pouco e me despedi e fui para casa. E chegando fui direto tomar um banho pois eu estava toda melecada e excitada, então toquei uma siririca e gozei muito pensando naquela doida.
    Na quarta feira as 14 horas Cah tocou meu interfone, eu abri a porta e fomos logo para meu quarto, pois estávamos muito ansiosas e excitadas. Cah tem os seios e bumbum grandes e coxas grossas, lisas e lábios carnudos. Ela é linda, nos abraçamos e beijamos, a nossa excitação era tanta que já tinha nos envolvia num amor maluco. Um calor percorria meu corpo que me deixava a mercê em seus braços. Senti meu rosto queimar e meus seios enrijecer sob minha camiseta, minha boceta pulsava dentro minha calcinha querendo o toque macio das mãos daquela mulher. Então caímos na cama e rolamos como duas crianças, nos beijando e nos acariciamos cada vez mais. Eu sentia minha boceta doer e meu clitóris endurecer e sensivelmente. Seus dedos ágeis me tocavam e eu me contorcia de tanto tesão. Ela me beijava do pescoço até minha virilha E eu a acariciava com minhas as mãos e me arrepiava toda. Ela tirou minha camiseta e minha calcinha, e ficou me olhando com água na boca. Eu a abracei sentindo o calor do seu corpo e sua respiração acelerada no meu pescoço. Dei-lhe um beijo que nossas línguas se encontraram como se fossem únicas, arranquei sua blusa e descobri seus grandes e maravilhosos seios de bicos pontiagudos. Sem resistir o que ela me oferecia e abocanhei-os com voracidade. Então fiquei por cima dela e fui beijando e descendo minha boca percorrendo todo seu corpo macio e Arrepiado, chegando até calcinha e a tirei com minha boca. Beijei suas coxas e virilhas e sem pressa e com carinho comecei passar minha língua na sua xaninha lisinha e pequena mais carnuda que já estava ensopadinha, enfiei minha língua de leve dentro dela, que a fez gemer e rebolar não minha boca. Então aumentei o ritmo da minha língua sobre se grelinho durinho e ela gemendo pedia mais e mais, então coloquei meu dedo também na sua boceta e ela contorcia de tesão e falou que iria gozar. Então senti seu mel escorrer na minha boca, chupei mais um pouco e subi até ela e dei um beijo demorado para que ela sentisse seu gostinho delicioso. Então ela ainda tremendo começou a chupar meus seios e morder de leve os bicos que adorei. Desceu pela minha barriga e beijou minha boceta ensopada. Eu instintivamente abri minhas pernas para ela. E ela enfiou sua língua toda dentro de minha com uma agilidade espantosa que me fez contorcer, chupou meu clitóris com maestria.
Aí percebi que não era sua primeira transa com mulher mais eu não disse nada, apenas me deliciei com sua boca na minha boceta. Então me virei e fiquei d4 pra ela oferecendo meu cursinho e minha buceta pra que ela saboreasse e ela foi ao ataque com dedos e língua, eu rebolava de prazer me sentindo dominada por aquela menina . Até que não aguentei e gozei muito na tua boca, ela bebeu tudo e já realizada, me beijou e eu senti meu sabor na sua língua. Ela se virou e também me ofereceu seu lindo rabinho redondinho, macio e durinho e disse para que eu a fodesse também. Admirei aquele cusinho lindo e liso, comecei passar a língua e chupa-lo bem gostoso. Ela se contorcia toda e pedia para que eu a estuprasse com vontade. Eu segurei na sua bunda e abri suas bandas e lambi e chupei sua xaninha e seu cusinho do jeito que quis e meti meu dedo todo nela fazendo ela gritar e morder o travesseiro de tanto tesão e fiquei um bom tempo fodendo ela como queria, fiz o que mais gostava com ela até ela gozar outra vez na minha boca. Então já saciadas naquele momento, levantamos e fomos tomar banho juntas e nos amamos loucamente durante toda aquela tarde. Que delícia estar com ela. Ela me empurrava e me apertava contra a parede fria do box e esfregava sua xaninha na minha que seu grelinho tocava o meu e gemíamos sentindo nosso mel escorrendo de nossas bocetas. Ela ajoelhou e enfiou seus dedos e língua na minha boceta fazendo eu gozar gostoso. E eu fiz o mesmo com ela. Saciadas e abraçadas, nos beijamos e nos abraçamos curtindo aquele momento de magia louca. Terminamos nosso banho e fomos pra cozinha preparar um lanche pra nós, conversamos mais um pouco e nos despedimos com um longo beijo apaixonado, e na saída Cah me disse que iria falar com sua mãe que ela iria dormir na minha casa outro dia, E Se eu não importaria, que ela inventasse uma desculpa pra mãe dela. Então olhando bem firme para ela disse sorrindo para que ela não fizesse nenhuma besteira para atrapalhar nosso segredo. Aí ela me deu outro beijo e foi embora, e eu estou aguardando ela voltar para mim. 
E isso ai amores espero que gostem

Compartilhar:

23 de maio de 2018

Provocas

Provocas sabe?
Pela sombra da penumbra, tua silhueta máscula aguça meu desejo por ti e teu olhar é convite para me deitar em teu leito.
Provocas de todas as maneiras. Quando me observas de pé despindo-me para você e percorrendo tua língua sedenta em teus lábios incandescentes, provocas.
Teus sussurros a chamar pelo meu nome, convidando-me a fazer amor, amarrotando aqueles lençóis, ordenando meu corpo nu em cima do teu, me deixa trêmula e provoca-me .
Sem pudor, provocas...
Meu corpo se curva ao prazer e a sutileza do teu toque em minha pele.
Me abro pra você.
Olhe para mim! Perceba minha satisfação ao me encaixar lentamente em você.
Teus movimentos me atormentam a mente, e por instantes não mais  consigo raciocinar.
Teus olhos encaram os meus, e quando me encaixo completamente, morremos por alguns segundos saboreando os delírios de nossos insanos pensamentos.
Me dê tua alma... entrego-te a minha.
Recite teus anseios acordando meus instintos enquanto cavalgo você. 
Module minhas curvas com tuas mãos.
Beba as gotas do meu suor. Este é o tesão que minha pele transpira somente por você.
Quero todos os teus urros de loucura e prazer enquanto rebolo com teu corpo dentro do meu.
Construindo nosso tesão, provando da nossa paixão, me possua... te possuo... 
Provocas... Faça amor e me permita escorrer em cada pedacinho do teu corpo.
Satisfaça-me....satisfaço-te. 
Provocas. Serei mar aberto... Pronta para receber-te novamente e sempre....❤💞

Aimée Ghre.
Quando a minha alma
 Se cruzou com a tua
Senti finalmente
Que tinha encontrado

A minha alma gêmea
O meu sonho
Que á tanto tempo
Haverá procurado

Bastou um simples olhar
E uma troca de sorrisos
Um aperto no peito
E uma estranha sensação

Para perceber
Que eras tu
A outra metade
Do meu coração

E foi nesse momento
 Que me apercebi
Que minha prece
 Haverá sido ouvida

Pois do nada
Apareceste tu
Trazendo luz
Á minha vida....❤💞


https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1910523928971487&id=100000416943867

By Jane
Compartilhar:

20 de maio de 2018

MINHA DIARISTA DELICIOSA


Então vamos a mais uma história bem legal que aconteceu comigo esses dias. Para quem leu meu conto de quando fui com a Marina no sitio da minha prima Monica, viu que citei algo sobre a minha diarista, então hoje vou apresenta-la. 
      Seu nome e Paula, uma Baiana, morena, 35 anos, mais ou menos 1.65 al. E 60kls. Bem distribuídos, cabelos e olhos negros que por sinal lindo. Mais por ela sempre vir trabalhar com roupas simples, nem tudo que ela tinha de bom era mostrado risos, então quando voltei do sitio e me falou que precisaria viajar até a Bahia pra resolver umas coisas que ficaram pendentes por causa da morte de sua Mainha e que ficaria lá uns 20 dias, ai eu disse tudo bem Paula pode ir sossegada e eu me viro aqui, peguei algum dinheiro e lhe dei pra ajudar na viajem, e disse pra ela que quando voltasse era pra me ligar porque eu precisava muito dela pra me ajudar na casa e com minha mãe, quando ela tivesse aqui, Paula me disse pode deixar Kelly vou voltar e continuar com vocês sim, então nos despedimos e ela foi embora. Passados 15 dias ela me ligou e disse que tinha voltado e que no dia seguinte viria na minha casa e que precisava muito falar comigo e me contar algo que aconteceu com ela na Bahia, eu mesmo sendo curiosa nao perguntei o que era e disse, tudo bem te espero amanhã então e desliguei o telefone, e fui fazer minhas coisas diárias, mais      aquilo que Paula me disse me deixou um pouco intrigada, pensando várias coisas, mais procurei distrair com meus afazeres. Chegou a noite e como eu nao tinha nada para fazer, fiquei um pouco navegando mais tambem nao axei nada de bom na Net, então me deitei, liguei o rádio do celular e apaguei, acordando no outro dia as 9 da manhã. Levantei e fui para o banho, quando estava saindo, tocou a campainha então me enrolei numa toalha e desci para atender.
Quando abri a porta quase cai para traz, risos, lá estava Paula em pé e totalmente diferente da que eu conhecia, toda arrumada e maquiada, com um vestido bege bem justo e decotado que realçava todo teu corpo e os seios sem sutiã (isso percebi logo porquê e a parte que mais gosto na Mulher) passado a surpresa convidei ela para entrar e tomar café comigo que eu ainda nem tinha feito, risos, aí ela entrou e me disse - então vai se vestir que eu arrumo a mesa do café para nos ta. E eu falei ok mais quando eu voltar quero saber de tudo que aconteceu lá na Bahia está dona Paula, ela sorriu e disse - Pode deixar que vou te contar tudo até porque eu preciso mesmo falar para alguém e você e a pessoa certa para isso. Ai que fiquei mais curiosa ainda e fui pro quarto me trocar, vesti apenas uma camiseta longa que parecia um vestido, sequei meus cabelos e desci, o café ja estava arrumado, então sentamos e eu disse pode começar falar, ela disse então se prepara porque a história e um pouco longa, eu disse - eu hoje estou com todo tempo do mundo pra te ouvir, E ela começou seu relato dizendo - Como você sabe eu fui sozinha pra Bahia deixando meus filhos com minha Tia que mora ao lado da minha casa porque eu estava com pouco dindim e chegando na minha cidade fui pra casa da minha irmã que mora lá e expliquei minha situação financeira no momento, ai ela me disse pra mim ficar tranquila porque ela ja tinha arrumado tudo e so precisava de minha assinatura em alguns documentos e que eu nao gastaria nada com isso, o que foi até um alivio pra mim. So que no segundo dia que eu estava lá ligou uma Ex patroa dela (Dona Julia) perguntando se ela nao conhecia alguém pra trabalhar pra ela 3 dias aquela semana pois sua empregada tinha ficado doente e iria faltar uns dias e que pagaria 100 reais por dia. Minha irmã me deu uma piscada com se perguntasse se eu toparia e eu rapidamente respondi que sim, ai ela disse que conhecia sim e que mandaria a pessoa procura-la no dia seguinte, aquilo pra mim foi uma benção e assim foi o que fiz, no outro dia acordei bem cedo me arrumei e fui na casa da ex patroa que ficava à uma quadra de casa, cheguei lá por volta de 6 horas, apertei a campainha e logo fui atendida por uma mulher de uns 43 anos muito bonita e bem arrumada, me apresentei a ela que me convidou pra entrar e sentar no sofá pra ela me explicar o serviço que ao meu ver nao era muito pois a casa nao era grande e ja estava toda limpa, continuamos conversar e ela me disse que nao imaginava que minha irmã tinha outra irmã tão bonita como eu. Agradeci o elogio e falei que ela tambem era linda, ai ela me disse que iria trabalhar e so voltaria a tarde, e que a casa ficaria por minha conta, Ai mais ou menos uma da tarde terminei o serviço e deixei as Chaves no lugar combinado e fui embora, voltando no outro dia no mesmo horário, toquei a campainha e fui atendida por ela totalmente diferente do dia anterior, ela usava uma camisola de seda bem curta e quase transparente que mostrava todo teu corpo que era perfeito pela sua idade, ela me disse que era Massoterapeuta e que aquele dia estaria de folga e iria me ajudar no serviço pra terminar logo, porque seria uma faxina leve. E me olhando começou a elogiar meu corpo, meus seios, meu bumbum e minhas pernas (por causa do calor da Bahia Paula tinha ido trabalhar de short com autorização de Julia), na hora me senti envergonhada. Aí Paula me disse que naquele momento ela ficou encantada com a JULIA, me disse tambem que a casa nao era grande e bem simples, nao tinha muito luxo, apesar que Julia parecia ter um ótimo salario. Pois os moveis e o carro eram novos e tambem pelas roupas que usava. E continuando sua história Paula disse que Julia a tratava muito bem e com a sua ajuda terminariam a faxina antes do meio dia. Ai Julia disse pra ela -Paula você deve ta cansada e suada com esse calor, porque vi nao toma um bom banho e depois eu te faço uma massagem bem relaxante, então pensei um pouco e meio sem jeito acabei por aceitar, peguei uma toalha que Julia me
ofereceu e fui pro banho, -Quando eu sai encontrei Julia enrolada numa toalha pois tambem tinha tomado banho, então ela me pegou pela mão e levou até seu quarto e disse - tira sua roupa e deita na cama. -Nossa Kelly fiquei vermelha de vergonha mais fiz o que ela pediu, e deitei de bruços na cama e ela passou um óleo nas mãos e começou a massagem e eu percebi que toda vez que ela massageava minha bunda ela fazia com mais carinho e isso foi me dando uma sensação gostosa que nunca tinha sentido, num dado momento ela começou passar a mão por dentro das minhas pernas e as vezes ela passava a mão na minha boceta por cima da calcinha ai comecei a sentir um tesão inexplicável e numa dessas passadas de mão pela minha boceta ela enfiou o dedo por dentro da minha calcinha e massageou de leve meu grelho que me levou nas nuvens e enquanto ela fazia aquilo comecei rebolar devagar e falei pra ela tirar minha calcinha pra ficar melhor. Gente eu ja comecei a interessar na história da Paula e ficar toda molhada, e falei para a Paula esperar um pouco pois eu ia tomar um copo de agua para apagar o meu fogo, enquanto eu bebia a agua e Paula continuou falando. - Ela tirou minha calcinha e me virou e disse que iria fazer uma massagem diferente então fechei os olhos e senti sua língua macia passar na minha boceta eu me contorcia toda, aí ela veio em cima de mim e colocou sua boceta na minha boca e pediu para eu foder ela como ela fazia em mim, e foi o que eu fiz, meti minha língua toda dentro da sua boceta lisinha e tambem meti meu dedo no seu cuzinho, aumentando a velocidade até que gozamos juntas.
Ai Paula disse - Agora sou eu que quero agua Kelly, ela levantou tomou agua e pegou as coisas do café e colocou na pia e eu fiquei olhando aquela bunda arrebitada voltada pro meu lado, ai nao resisti Cheguei por trás dela e lhe dei um beijo na nuca, e ela suspirou e disse, -Aiii Kelly quando eu voltava da viagem eu ficava imaginando nos duas assim, por isso decidi te contar tudo, ai ela virou pra mim e nos beijamos na boca enquanto tirávamos nossas roupas, então abracei ela bem forte pela cintura e a coloquei em cima da mesa, sentei numa cadeira, abri suas pernas e cai de boca e língua naquela boceta carnuda, meti minha língua toda dentro dela fazendo movimentos em círculo no teu grelho duro, e fui aumentando a velocidade e ela gemia e falava -Ai kelly que delicia de chupada eu ja estou me viciando em mulheres, nao para vai chupa minha boceta que hoje sou toda tua, ui tesão vou gozar.. Então parei e dei um beijo na sua boca e passei seu próprio mel para ela sentir o gosto do seu gozo. Peguei ela pelas mãos e subimos para o meu quarto, lá chegando joguei-a na cama e subi em cima fazendo um 69, eu a chupava com vontade e meti meu dedo no teu cuzinho delicioso, aí ela entre chupadas e gemidos disse - Kelly fode gostoso sua empregadinha safada hoje quero ser sua putinha, vai me arregaça toda cadela vadia. Eu respondi -Se e assim que você quer assim será minha puta safada, eu peguei meu consolo de duas cabeças, coloquei um lado na Minha boca e o outro na sua boceta e comecei fazendo movimentos de vai e vem, ela sem parar de me chupar gritava -Nao para eu quero mais tesão, então dei uma chupada na sua boceta sugando seu mel que ja escorria, dei uma cuspida no teu cu e enfiei a outra cabeça nele, ela rebolava fazendo entrar tudo dentro dela e disse -Nao estou aguentando esse tesão vou gozar, ai tirei consolo da sua boceta e meti minha boca nela esperando seu gozo, sem para de foder teu cu, eu tambem senti que ja ia gozar e rebolei rápido na sua boca pra que sua língua penetrasse toda dentro de mim então explodimos num orgasmo frenético. Ela ficou alguns segundos em silencio e veio para o meu lado e nos beijamos. Ficamos uns 30 minutos abraçadas pra recuperarmos as energias, então fomos pro banho, lá começamos a nos esfregar e o tesão voltou novamente ela estava com muita tesão, e nao resisti e desci até sua boceta e chupei por trás, eu enfiava toda minha língua naquela caverna quente e molhada, ela se virou e colocou uma perna no meu ombro pra facilitar a entrada da minha língua, ela rebolava como doida na minha boca, e a agua do chuveiro caindo e misturando com seu liquido quente, eu tambem me masturbava sem parar e novamente gozamos juntas. Pessoal posso garantir a vocês sem medo de errar que essa foi uma das melhores transas que ja tive. E a partir desse dia deixamos e ser Patroa e Empregada e passamos ser Amigas e Amantes, pois sempre que minha mãe nao esta, nós nos esfregamos em qualquer parte da casa. Bom e isso Amores mais uma de muitas histórias minhas, espero ter muito mais para poder contar para vocês.
 Espero que gostem desse conto e comentem.



Compartilhar:

18 de maio de 2018

Aromas


Antes que a noite vai embora,
Antes que a madrugada se aflora,
Antes do romper da aurora eu me acho,
No nosso leito em teus braços,

No jardim da vida passei,
No jardim da vida, por ele andei,
Conheci muitos aromas de mulheres cheirei,
De muitos aromas e perfumes me embriaguei,

Aromas de rosas, violetas e jasmim,
Aromas de gardênia, margaridas lindas assim,
Aromas fortes, fracos e doces só para mim,
Aromas de mulheres juntinhas como alecrim,

Aromas doces aromas que me deu calor,
Aromas vastos aromas de toda a flor,
Aromas que me embebedaram como um beija-flor,
Mas o melhor aroma é o seu...aroma de amor.

Encontro no teu aroma por onde for,
Sinto o teu aroma forte e sedutor,
Busco e encontro no meu jardim minha flor,
Renasço com o seu aroma gostoso e sedutor,

Aromas ... muitos aromas pela vida vivi,
Aromas ...muitos aromas pela vida busquei,
Aromas... certos aromas em ti encontrei,
Seu doce aroma...arma de amor que me apaixonei.

Não preciso fazer longas caminhadas,
Não preciso andar por várias estradas,
Tenho o teu aroma sempre presente,
Aroma....sedutor aroma dentro da gente.

Olho nos jardins da vida que percorri,
Diversos aromas que fui resistir,
Mas o teu aroma...que fui perseguir,
Aromatiza a minha alma e não deixo fugir....❤💞

J. M.

By Jane
Compartilhar:

17 de maio de 2018

TRÊS AMIGAS QUASE INSEPARÁVEIS-PARTE 2

  Continuando essa minha aventura, irei contar para vocês como tive 3 Mulheres maravilhosas ao meu lado. 
   Logo na chegada encontramos a Rafa conversando com a recepcionista e ao nos ver chegar rindo e felizes, ela me encarou com um olhar de irritada, mas não disse nada. Então cumprimentei a todos como sempre faço e entramos na minha sala para iniciarmos nossos trabalhos. Logo que me sentei, meu telefone tocou e quando olhei vi que era a Rafa. Atendi com uma voz de poucos amigos, perguntando o que ela queria comigo. Ela me pediu calma e disse se eu poderia ir em sua sala ajudá-la resolver um problema que ela não conseguia. Me levantei, passei algumas tarefas para a Val e fui ver o que aquela fedelha estava querendo. Cheguei no prédio, peguei o elevador e finalmente cheguei em sua sala, bati na porta que logo se abriu e me apareceu aquela mulher linda como sempre, mas naquele dia ela estava deslumbrante. Eu naquela hora fiquei boca aberta sem conseguir pronunciar uma palavra sequer, passados alguns minutos do meu espanto disse sem ainda não acreditar no que eu via, que não acreditava que ela estava fazendo aquilo só para me provocar. Ela então me respondeu que jamais faria aquilo, mas se ela provocara alguma coisa em mim ela ficava satisfeita. Então entrei em sua sala e perguntei qual era o problema que ela tinha, pois eu iria tentar resolver e ir embora, pois eu tinha muitas coisas para fazer aquele dia. Ela então parou na minha frente me olhando fixamente disse com sua voz meiga, que o seu único problema era o de não me tirar da sua cabeça, ao ouvir aquilo meu coração disparou, mas eu me esforcei para não dar bandeira e pular logo nos seus braços. Aí respondi bem sério, fala sério garota, pois ela mesma quis aquela situação quando não pensou em me trair e agora só sabia dizer aquilo e fui logo ver o outro problema que ela tinha me falado, que rapidamente resolvi, ela me agradeceu, então eu disse que tenha que ir pois estava super atarefada e me virei para voltar para minha sala, fui saindo e quando abri a porta, olhei para trás e a vi me olhando com um jeito misturado de triste, mas também sedutor. Então permaneci por um tempo parada segurando a maçaneta, até que não resisti e voltei até ela e lhe dei um beijo apaixonado em sua boca. Rafa nunca havia saído da minha cabeça e sempre que eu dormia sonhava com aqueles beijos e com seu corpo maravilhoso que não me deixava conseguir dormir. Depois daquele beijo sai rápido da sua sala, pois a minha vontade era transar com ela ali mesmo, mas eu não podia pensar naquela hipótese. Mas ao invés de eu ir para minha sala, decidi dar uma volta numa praça que havia ali. Estava caminhando pela praça e acabei pensando na Rafa e na Val ao mesmo tempo e aquilo me deixava confusa, pois eu era completamente apaixonada por aquela idiota, mas ao mesmo tempo sentia uma forte atração por Val. Parei de caminhar indo até uma lanchonete, bebi um refrigerante e voltei para o meu trabalho. Chegando na minha sala encontrei a Val organizando umas coisas que estavam fora de lugar. Contei o que havia acontecido durante a minha visita à Rafa, e notei que ela mudara seu olhar, me parecendo triste, então para disfarçar, ela me disse que havia terminado tudo que eu tinha passado para ela.
        Ai ser dizer nada a olhei fixamente e me aproximando bem devagar dei-lhe um beijo demorado e voltei para minha mesa, quando foi 16 horas eu disse para ela já que nosso trabalho tinha terminado, iríamos para casa pois era sexta feira dia de beber cerveja, ela sorrindo, arrumou suas coisas e saímos irmos em bora, mas na saída encontramos com a Rafa, aí eu a convidei para ir beber cerveja com a gente. Ela com uma cara fechada pensou por alguns segundos acabando por aceitar meu convite e seguimos as três para minha casa. Chegando lá servi uma cerveja para elas e disse que iria trocar minha roupa, Rafa então disse que ela também queria trocar a tua e que se eu não tinha jogado fora ela deixara algumas roupas na minha casa, eu então respondi que não era a mulher que ela imaginava e mostrei onde estava suas roupas, fui para o meu quarto e Val me seguiu e lá com uma cara maliciosa me disse que como já me conhecia ela imaginara no que eu estava tramando e deu uma gargalhada. Voltamos para a sala e encontramos a Rafa com um shortinho branco de malha, curto e bem colado no corpo, que realçava sua pele morena e macia. Na hora pensei em tocá-la, que fez meu corpo inteiro tremer. Me aproximei e com minha mão acariciei seu rosto meigo. Ela na hora olhou para a Val esperando alguma reação, mas ao contrário do que imaginava Val chegou por trás dela e deu um beijo em seu pescoço. Rafa gemeu baixinho, aproveitei a oportunidade e lasquei um beijo naquela boca carnuda, nos beijamos apaixonadamente. Ela com uma mão apertava meu peito e com a outra, apertava a bunda da Val, que começou a tirar a blusa de Rafa expondo aqueles seios deliciosos, não perdi tempo e cai de boca. Rafa jogou a cabeça para trás e Val aproveitou para beija-la também. Tudo aquilo estava uma delícia bem no meio da minha sala, até que a campainha tocou, nos assustando, pois não estava esperando ninguém. Pedi que elas fossem para o quarto para que eu atendesse quem acabou nos interrompendo. Ao abrir a porta tive uma feliz surpresa, pois era minha irmã Lara, meu sorriso aumentou ainda mais e ela me perguntou o motivo de todo o sorriso com apenas uma visita corriqueira. Expliquei a ela toda a situação e perguntei se ela queria participar com a gente daquela festinha prive, na mesma hora ela me deu um beijo e já foi tirando sua roupa, me apressei em leva-la para o quarto, quando abri a porta Val e Rafa já estavam num 69 delicioso, que nem repararam que havia mais uma participante para aquela que seria uma noite maravilhosa. Eu deixei Lara no quarto com as duas, fui até a cozinha e peguei duas garrafas de vinho e 4 taças. Voltando para o quarto vi que as três já tinham se apresentado uma para outra e se pegavam loucamente, então dei um tempo naquela orgia e servi as taças com vinho entregando a elas, bebemos lentamente com olhares maliciosos umas nas outras.
      Num certo momento eu me aproximei de Rafa e joguei ela de costas na cama, subi em cima dela e comecei a beija-la apaixonadamente, pois estava com tesão nela desde aquela visita ao escritório dela. Quando terminamos o beijo olhei para o lado e vi que Lara havia colocado a Val de quatro e estava lambendo aquele cuzinho delicioso. Toda aquela situação estava me deixando louca, pois olhava para as três gatas na minha cama e não sabia por onde começar. Para apimentar mais a situação, fui até meu guarda roupa e peguei meus brinquedinhos, Lara me deu um sorriso safado e na hora eu sabia que Val iria sofrer na mão da minha perversa safada irmã. Peguei um strapon, coloquei e me aproximei de Rafa, começamos a nos beijar e nos acariciar. Beijei seu pescoço, chupei aqueles seios deliciosos e ela estava gemendo gostoso. Nesse meio tempo Lara também já tinha posto o outro strapon e começando a enfiar no cuzinho gostoso de Val, que já gemia feito uma doida, pois ela adorava dar o cuzinho. O tesão já estava rolando solto no quarto todo. Abri as pernas de Rafa e comecei a chupar aquela boceta que já estava escorrendo o seu melzinho. Aí enfiei bem devagar meu brinquedinho na sua boceta, fazendo movimentos de vai e vem amentando o ritmo conforme suas reboladas. Rafa quase foi às nuvens, depois de alguns minutos metendo aquele mastro dentro da sua boceta, ela explodiu num gozo intenso, enquanto isso Lara continuava a bombear seu cacete bem rápido no cu da Val, que num tesão maluco agarrava a Rafa e a beijava com frenesi. Então deitamos as quatro totalmente exaustas e Rafa e eu fizemos um 69 delicioso, sendo que eu chupava sua boceta e ela chupava aquele cacete de borracha todo lambuzado do seu gozo, Lara e Val tambem fizeram o mesmo. Passados alguns minutos nos levantamos e fomos as quatro tomar um banho. Saímos do banheiro nos vestimos e continuamos a beber o vinho, mas sem deixarmos de nos acariciar, nos beijar e acabamos dormindo abraçadas até no outro dia. E como seria sábado e ninguém trabalharia, Rafa deu a ideia de irmos pra casa que sua família tinha em Lambari, achamos aquela ideia sensacional e logo fomos arrumar as nossas respectivas malas, Lara também correu até sua casa pra fazer o mesmo e combinamos de passarmos lá para pegá-la, então nos apressamos pra tomarmos um café bem reforçado. E até a casa da Lara fui dirigindo e pensando comigo mesma, como aquilo estava sendo maravilhoso, pois eu jamais imaginaria que aquele final de semana seria dessa forma depois de todo meu stress com a Rafa. Pegamos Lara e partimos para a nossa viagem. Fomos o tempo inteiro conversando, rindo, cantando e nos acariciando, pois naquele momento já estávamos em uma sintonia deliciosa, tudo parecia um sonho para mim e com certeza para elas também. Naquela bagunça divertida rolava muitos beijos e passadas de mão, que as vezes até me desconcentrava na estrada risos. Depois de pouco mais de uma hora, chegamos na casa de Rafa, e que casa, era aquela, com três andares com vista para uma cachoeira linda, que ficamos maravilhadas ao ver todo aquele encanto da natureza ao nosso alcance. Depois de admirarmos tudo, entramos na casa e colocamos tudo na suíte principal, pois sabíamos como aquele dia terminaria. Nos juntamos na sala e começamos a decidir o que faríamos no almoço, se iríamos a algum restaurante ou se faríamos alguma coisa em casa mesmo. Decidimos ir num mercadinho próximo e comprar umas coisas para o final de semana, pois ficaríamos mais à vontade. Fomos as quatro e fizemos uma algazarra no mercadinho risos, voltamos para casa e nos dividimos para aprontar tudo para o almoço. Sentamos a mesa para almoçar regado a muito vinho, comemos conversando e rindo muito. Após o almoço resolvemos ir para a sala de cinema assistir a um filme, depois de muita discussão para escolhermos o filme, acabei ganhando e fomos assistir Elena Undone, meu filme favorito. Deitamos em duplas ficando eu e Val, Lara e Rafa. Começamos a assistir ao filme e continuamos a beber nos vinhos. Logo com alguns minutos de filme escuto Lara e Rafa conversando baixo e senti que havia rolado uma sintonia entre as duas. Val então começou a acariciar meu rosto com as costas da mão e começamos a conversar também baixo para não atrapalharmos elas. Val então abre o jogo e me confessa que sentiu um pouco de ciúmes ao me ver com Rafa, mas que entendia meu lado e toda a situação que havia acontecido entre nós duas. Então olhando para ela, assumi que ainda era apaixonada pela Rafa, mas que ela (Val) também mexia de mais comigo de uma forma que não sabia explicar, mas que a queria perto de mim, pois ela me fazia muito bem. Fiquei um pouco pensativa no que conversávamos e fiquei triste pois a minha cabeça ainda estava confusa, dei uma respirada forte e falei para mim mesmo que iria resolver isso logo, mas àquela hora não era a hora, pois eu estava super animada com nosso passeio. Olhei no relógio e vi que ja estava ficando noite, me levantei fui até o armário, me servi uma boa dose de whisky e a bebi de uma só vez, voltei para junto das garotas e falei para nós saímos e nos divertir a noite toda. Elas concordaram e fomos nos arrumar, pois o filme ja havia terminado. Eu fui para o quarto, colocando um vestidinho bem curto com um decote bem extravagante na frente que os deixavam quase a mostras, pois eu não tinha colocado sutiã, coloquei uma calcinha fio-dental branca minúscula. A rafa colocou um macacão super colado com um enorme decote atrás que descia até quase o início da sua bunda e sem calcinha. A Val colocou um vestido preto longo quase transparente e com abertura lateral e Lara por ser um pouco menos extravagante vestiu uma calça jeans coladíssima e uma camisa de mangas longas deixando os três botões de cima abertos que deixavam aparecer uma boa parte dos seus seios. Rafa então ligou para um amigo seu que era gay, mas totalmente discreto, e ele nos levou a uma boate e lá juntamos com os amigos dele que eram super animados. Ele então nos apresentou e disse que éramos lésbicas. Entramos na boate que naquela hora ainda estava vazia. Vimos que era uma boate normal, mas muito chique. Nos sentamos em uma mesa e pedimos quatro whisky e cerveja para podermos entrar no clima. Aos poucos a boate foi se animando. Então o Paulinho nos chamou para irmos para a pista dançar e quando entramos percebemos que estávamos atraindo os olhares de todos, com aquelas nossas roupas. Dali a pouco foram chegando perto de nós algumas pessoas entre mulheres e homens, procurando papo. Logo vieram dois caras que aparentavam serem héteros que rapidamente demos um fora. Logo virou uma festa, pois todos vinham mexer com a gente e aquilo nos incomodava, pois estávamos ali só para divertirmos. Então Paulinho vendo e nós não estávamos sentindo bem com aquelas investidas disse para que não déssemos atenção e que agíssemos como namoradas, que eles parariam de nos incomodar. Aí foi como que se juntássemos a fome com a vontade de comer, pois nós estávamos nos resguardando porque não havíamos visto nenhuma lésbica se pegando. Começamos a dançar e nos beijar no meio da pista, que foi me deixando com muito de tesão. Depois de dançamos algumas músicas e nos beijarmos muito, voltamos para a nossa mesa e lá chegando eu sentei no colo da Val, ela então abriu um pouco mais o decote do meu vestido e começou a mamar meus seios. Aquilo me deixou alucinada, nos beijamos, eu enfiei minha mão pela abertura do seu vestido e fiquei alisando sua perna indo até a sua boceta, enquanto isso Rafa e Lara no outro lado da mesa estavam se curtindo deliciosamente. Val então enfiou sua mão dentro da minha calcinha, me começou a me masturbar até que gozei ali mesmo. Nos recompomos e voltamos a ser mulheres serias. Continuamos a beber e nos divertir vendo aqueles homens tarados nos desejando como loucos até por volta das 3 da madrugada, quando resolvemos ir para casa. Chegando lá fui pegar uma garrafa de vinho e elas foram direto para o quarto para assistir outro filme. Ao voltar para o quarto, eu vi Rafa e Lara em cima da cama dançando e fazendo strip-tease, nossa, que delícia era assistir aquelas duas juntas. Senti falta da Val e Quando olho para a procurar, vi que ela está sentada numa poltrona já sem calcinha e com as pernas abertas tocando uma siririca olhando aquelas duas gatas maravilhosas. Fiquei perdida com todas aquelas cenas pois não sabia para onde olhar e nem como participar, que martírio e que indecisão deliciosa aquela minha, risos. Como não sabia como decidir, tirei minha roupa sentei na outra poltrona, continuei tomando meu vinho e olhando todo aquele tesão que estava rolando no quarto. Não demorou muito Val que já estava gemendo e gozando feito uma puta no cio, Rafa e Lara continuavam nuas dançando em cima da cama, aí percebi que ambas cochicharam e desceram. Rafa veio na minha direção e Lara foi na direção de Val, com aquelas caras de quem iriam aprontar e muito conosco. Rafa já chegou tomando o copo da minha mão, deu um gole no meu vinho e ainda sem tê-lo engolido, me deu um beijo gostoso.
Ao olhar para o lado, vejo que Lara já havia tirado o vestido de Val e estava chupando seus seios, Rafa então para tirar minha atenção das duas na poltrona ao lado, pegou o copo de vinho e derramou e o seu corpo. A safada sabia o quanto eu era louca por beber vinho no corpo de uma mulher, então a puxei para meu colo e comecei a chupar os seus seios e barriga, aquela mulher já era deliciosa, embebida de vinho ficava mais gostosa ainda. Levantei da poltrona com ela no meu colo, a deitei na cama, peguei meu copo de vinho e derramei na sua boceta que se misturou com aquele seu melzinho delicioso, eu chupava aquela boceta com frenesi e com uma vontade louca, Rafa se contorcia na cama e pedia para eu não parar de chupa-la. Levantei daquela posição, pois queria que ela rebolasse na minha língua, nesse meio tempo ao olhar para as duas na poltrona, vi que Lara já havia reclinado a poltrona e estava rebolando gostoso na boca da Val, que já estava com 3 dedos enfiados no cuzinho de Lara. Vendo aquilo me deixou ainda mais com tesão ainda e Lara parecendo que sentindo meu olhar, se virou para mim olhando nos meus olhos e gozou gostoso demais, na mesma hora Rafa veio por cima de mim para fazermos um 69 a base de vinho. Antes de sentar no meu rosto, ela derramou vinho na sua boceta e na minha, aquilo me levou a loucura. Agarrei ela pela bunda e trouxe aquela boceta suculenta para minha boca e ela fez o mesmo comigo, nos chupamos deliciosamente até gozarmos. Gozei com uma ferocidade tremenda, pois toda a situação era excitante demais. Lara e Val se juntaram na cama e fizemos um círculo para uma chupar a outra e limparmos nossos melzinhos. Já estava amanhecendo quando toda aquela foda acabou, fomos tomar banho e nos deitamos para dormir totalmente exaustas e saciadas. Acordamos no domingo era umas 10 horas, ainda sentindo um cheiro de sexo no ar. 


Por enquanto é isso minhas delicias. 


Compartilhar:

16 de maio de 2018

Menina

Avanço passo a passo até teus braços, vc me espera, posso sentir o desejo nos teus olhos....
Sento na cama, beijo teus lábios e a reação do meu corpo é imediata.
Os gemidos começam a fazer parte da nossa noite. 
Sinto teus braços me apertando contra teu corpo....
Nuas....E nossos corpos se movimentam numa tentativa de se fundirem....
Beijo teu pescoço, sugo teus seios, vc se oferece pra mim....
Sinto teu cheiro....
Toco entre tuas pernas e vc geme....
....Te sinto molhada.
Continuo te tocando e teus gemidos aumentam de intensidade.
Teu corpo se contorce de prazer.
Tiro minha mão de entre tuas pernas e substituo pela minha boca porque quero beber teu gozo, quero sentir o poder de te ter....
Vc geme, aperta minha cabeça entre tuas pernas, se contorce e goza pra mim.... em mim....
Depois me puxa pra vc....recebo um abraço cheio de carinho, um monte de beijos. Vc sussura suavemente pra mim que me ama....faz promessas de amor eterno.
Vc me olhar com um sorriso maroto....e sei que é a minha vez de me derreter nos teus braços.....❤💞







By Jane
Compartilhar:

13 de maio de 2018

TRÊS AMIGAS QUASE INSEPARÁVEIS

Ola Amores, essa história é uma continuação de dois que já postei aqui no Blog, então peço para quem ainda não leram façam isso antes de ler esse, estou deixando aqui o link do conto que início a essa aventura. A Minha Melhor Chefe Foi onde tudo começou espero que gostem.

Assim que eu voltei de São Paulo onde fiz meu estágio e logo em seguida me formei, arrumei um emprego na área administrativa em uma empresa multinacional que acabara de se instalar na minha cidade e em pouco menos de um ano eu já era gerente administrativa dessa empresa. Só relatei isso porque lá na frente acontecera algo que envolve o meu trabalho, nessa empresa eu reencontrei e me apaixonei por uma garota linda e maravilhosa, seu nome é Rafa, mas por causa de um deslize dela quebraram-se quase todos os meus encantos. E é nesse momento que começa essa minha história. Num dia lindo de sábado, me levantei bem cedinho pois eu teria muito trabalho na casa da minha irmã Bety, pois eu teria que decorar um quarto para receber uma criaturinha que acabara de vir ao mundo, que era a minha sobrinha, filha de Bety e eu queria fazer uma surpresa quando ela chegasse com o bebe da maternidade, trabalhei sem parar o dia todo para deixar tudo lindo para eles. Depois de tudo terminado, olhei no relógio e vi que já passavam das 18 horas. Aí fui para minha casa tomar um banho pois eu havia combinado com umas amigas de tomarmos umas cervejas, mas antes eu iria passar no hospital para ver como estavam os meus amores. Dei uma passada rápida por lá e fui para a lanchonete encontrar minhas amigas, apesar de ter algumas delas dando indiretas querendo ficar comigo, eu resisti as tentações pois eu não via a hora que amanhecesse o domingo para ir busca-los no hospital, por volta das 23 horas fui para casa dormir. Acordei no outro dia bem cedo e sai para comprar as últimas coisinhas que faltava para o bebê. Depois peguei uma carona com Marcos meu cunhado até a maternidade buscar a Bety e a novíssima Kelly. Chegamos lá Bety já estava pronta e com a bebê no colo. E com uma cara de brava, pois nos atrasamos, pois Marcos quis comprar um buque de flores para levar para sua amada. Ai Bety nos disse que havíamos a abandonado e que ela tivera uma filha linda mas teria sido abandonada por seu marido e sua irmã. Então eu disse que a culpa era de nós dois pois o Marcos quis parar numa floricultura e eu aproveitei para comprar umas coisinhas antes de ir para encontrá-la. Bety se mostrando muito brava disse que ela já me proibira de gastar com ela ou com a bebe. Ai para quebrar um gelo dei um abraço nela, dizendo que as amava. Ai Bety deu um sorriso e me entregou a bebe e saímos do hospital. Chegamos na sua casa e quando Bety entrou no quarto da bebe, ficou maluca pelo que eu tinha feito lá. Bom só contei essa história porque sou a mulher mais feliz do mundo com as duas irmãs que tenho sendo a Bety e a Lara que é a mais minha amiga. Depois de tudo arrumado e acalmado Bety me puxou num canto perguntando sobre mim e a Rafa, (Bom vou falar de Rafa para vocês. Ela e uma garota linda que conheci na faculdade e quando me tornei gerente da empresa onde eu trabalhava, eu a convidei para ser a minha secretária, mas logo começou um sentimento entre nós e decidimos assumir aquele nosso amor e estávamos namorando há um ano, mas nos últimos dias eu havia descoberto que rafa estava me traindo, por isso da nossa briga). Então respondi que estávamos mais para lá do que para cá, pois havíamos brigado e estávamos separadas há uma semana. Ela então perguntou o que eu tinha aprontado daquela vez e respondi que da minha parte não tinha feito nada e disse por que cismam em achar que eu sempre faço algo errado, quando brigo com a Rafa. Mas apenas eu sabia o que havia acontecido para brigarmos e de tanto Bety insistir acabei contando toda a história da minha briga com a Rafa. Bety então me falou que ela sempre me dizia para não confiar naquela garota e muito menos me apaixonar por ela e continuando deu uma gargalhada e disse que jamais ela iria imaginar que eu sendo uma galinha iria me apaixonar de verdade. Aí respondi que eu poderia estar apaixonada, mas não era cega e nem burra para deixar que ela brincasse comigo e que nossa história tinha terminado na semana anterior mesmo, pois eu iria tirar aquela garota da minha cabeça de qualquer maneira. Bety acariciou meus cabelos e perguntou se eu iria demiti-la. Respondi que não, pois eu sabia separar as coisas e ela era uma excelente funcionaria, mas já tinha pensado em remanejá-la por isso eu a promovi para outro setor, pois seria muito difícil para mim trabalhar na mesma sala com ela. Então fomos almoçar, pois eu tinha uma reunião a tarde e não podia me atrasar. Depois que almoçamos fui para a empresa, direto para a sala de reunião onde todos ja me aguardavam. Quando entrei na sala todos os meus funcionários me dar os parabéns pelo nascimento da minha sobrinha, menos a Rafa que ficou sentada na sua cadeira lendo alguns papeis sem importância. Durante toda a reunião percebi que que Rafa não conseguia tirar os olhos de mim e por consequência eu tambem não tirava os meus nela, pois eu realmente era apaixonada por aquela garota, como mulher e também pela profissional que ela era. Mas agora a nossa relação seria estritamente profissional, nada além disso. E nesse momento eu falei que a partir naquele dia a Rafa seria a nova supervisora de finanças. (Pois ela iria trabalhar no escritório que era locado no prédio ao lado e dificilmente teria contato comigo). Rafa se surpreendeu com o que havia ouvido, pois jamais iria imaginar que eu iria promovê-la assim tão rápido e ainda afastá-la de mim. Então continuei dizendo que não pretendia perder uma secretária eficiente como Rafa, mas era necessário. Quando terminei de falar olhei para Rafa e percebi que ela não tinha gostado nem um pouco do que eu disse. Eu continuando falei que eu iria precisar de muita sorte para contratar outra secretária como Rafa. Terminei a reunião e pedi para que Rafa ficasse na sala pois eu queria falar com ela. Então falei para ela que seria melhor para nós duas nos afastarmos, pois com esse novo cargo além de ser num escritório separado, ela teria que viajar e assim ficaríamos um pouco afastadas e eu teria tempo suficiente para esquecê-la. Ela meio contragosto acabou por aceitar. Mas eu percebia que a sua vontade era mesmo de pular em meu colo e ficar ali abraçadinha, porém ficou quieta. Aí ela me perguntou que se ela não aceitasse a promoção se eu iria demiti-la. Eu respondi que não tinha motivos para despedi-la, mas que mesmo assim eu iria remanejá-la, por isso eu a promovi. Ela então com seus olhos em lágrimas disse que aceitaria. Então eu fui saindo da sala e ela segurou no meu braço e disse que precisava conversar comigo. Ai eu falei que não tínhamos nada mais para se falar, mas perguntei qual era o assunto que ela queria conversar. Ela então disse que preciso dizer umas coisas sobre nós, aí respondi que não tínhamos mais nada para conversar, que não queria ouvir suas desculpas e que daquele dia em diante só falaremos sobre assuntos profissionais, pois não existia nós, pois ela tinha feito sua própria escolha e eu não voltaria atrás na minha decisão. Ela então quase chorando me perguntou que amor era aquele que eu sentia que não era capaz de entender e perdoar um deslize da pessoa amada. Então com muita tristeza disse que havia mentindo quando falei no outro dia que a amava e sai rapidamente da sala para ela não me ver chorando. No outro dia quando entrei em minha sala vi sobre minha mesa uma carta que era da Rafa pedindo demissão, então sai como louca da minha sala procurando a Rafa e quando a encontrei a questionei sobre a tal carta de demissão. Ela estão me respondeu que seria o melhor para ela pois eu estava a deixando maluca e não sabia o que fazer e queria um tempo para resolver tudo, mas que tinha que ser do seu jeito. Então dei folga de uma semana para ela refrescar sua cabeça e enquanto isso fiquei olhando meus e-mails, para ver se havia alguma candidata ao cargo de secretária para mim, pois sempre aparecia alguém se candidatando para algum cargo, mas quando não havia vagas eu nem os abria, mas naquele momento eu precisava muito. Então comecei a abrir meus e-mail e eis que de repente parei em um pois o nome era bem conhecido pra mim, mas eu não podia dizer quem eu era antes de ter certeza, então a chamei pra conversarmos pelo e-mail e ela me disse que morava e São Paulo e já tinha sido gerente administrativa mas que por um erro ela estava desempregada naquele momento, então perguntei se ela poderia vir pra minas gerais par ter uma entrevista comigo, ela na mesma hora disse que sim e marcamos uma entrevista para a semana seguinte. Na segunda feira fui para a empresa e como todos os dias entrei pela garagem indo direto para minha sala e comecei o meu trabalho e como acontecia todos os dias, nunca dava atenção a horários, até que o telefone toca e era a recepcionista avisando que a candidata à secretária estava me aguardando, eu naquele momento não lembrava que havia marcado a entrevista. Só naquele momento olhei para o relógio e vi que já passavam das 14 horas, então pedi para que ela entrasse e continuei a ler meus e-mails. Quando de repente a porta se abriu e ouvi uma boa tarde, que para mim soou como uma música suave nos meus ouvidos, pois aquela voz era conhecida e me fez voltar há 3 anos passados.
        Levantei minha cabeça para ter certeza que não estava enganada e vi a Valentina em pé na minha frente tão incrédula quanto a mim. Passado a surpresa me levantei e fui ao seu encontro, a abracei, lhe dei um beijo demorado em sua boca, só depois pedi para ela sentar e começamos a conversar sobre sua ida para Portugal e tal. Ela começou falando que sua vagem foi um misto de alegrias porque além de conhecer lugares novos e ter novas experiências profissionais, mas também tivera muitas decepções por isso resolvera retornar ao Brasil. Ela havia retornado há menos de um mês e até aquele momento não havia conseguido nenhum emprego que fosse a altura das suas experiências. Como ela não tocou a fundo sobre o que acontecera em sua viagem eu também não insisti. Então eu disse a ela que a vaga que eu tinha para lhe oferecer era de secretária executiva e se ela aceitaria aquele cargo, ela então me olhou com um sorriso lindo me disse que como nossas vidas mudavam num piscar de olho pois há 3 anos eu que era a sua secretária e agora ela e que seria a minha e deu uma gargalhada dizendo que aceitaria com o maior prazer, pois só de ela estar perto de mim seria uma felicidade enorme. Então eu perguntei onde ela estava hospedada e ela disse que chegara de São Paulo e tinha ido direto para o escritório e ainda não havia se preocupado em procurar um hotel. Continuamos conversando sobre o trabalho que ela iria executar, mas nem era preciso pois ela sempre foi uma gerente de primeira linha e o trabalho de secretária ela faria de olhos fechados. Já passava das 16 horas quando a convidei para tomar um chope comigo e ela aceitou rapidamente, mas antes ela precisaria se informar sobre um hotel para se hospedar. Aí eu falei para irmos beber o chope e conversaríamos sobe isso no bar. Depois de alguns chopes, acabou me confessando que nesses 3 anos em Portugal ela havia transado apenas uma vez e anda fora com um cara trabalhava com ela e que se arrependera amargamente e que depois ficou na seca até aquele dia. E eu com cara de surpresa falei que ela devia estar subindo pelas paredes, ela então falou que até que não pois ela sempre dava um jeito extravasar, e dando uma risada completou que ainda assim sentia muita falta de calor humano junto dela, mas que ela não atraia muito as pessoas. Aí eu falei que não concordava, pois ela era uma mulher super atraente e gostosa, ela deu um sorriso e disse que jamais se esquecera de mim e nem das nossas transas. Então peguei minha cadeira e sentei ao seu lado, colocando minha mão na sua perna, pois ela estava com vestido preto com abertura lateral, olhei fixo para ela e falei, que tal ela esquecer o hotel e ficar na minha casa comigo, ela então sorriu e falou que eu não existia mesmo e que ela aceitaria com prazer o meu convite. Então paguei a conta e fomos para casa, chegando lá eu indiquei o banheiro, pois ela estava louca para tomar um banho e trocar sua roupa. E quando saiu usava um vestido de malha bem curto e mais nada, então eu lhe servi um drink e fui tomar o meu banho e quando sai vesti apenas uma camiseta que ia até pouco abaixo da minha virilha. Cheguei na sala Val estava sentada no sofá com as pernas cruzadas ouvindo o CD da Ellie Goulding que eu tinha acabado de comprar, perguntei se ela gostava dessas músicas e respondeu que adorava. Ela se levantou e serviu mais um drink e voltou a sentar e caprichosamente cruzou novamente suas pernas, mas de um jeito que mostrava todas suas coxas grossas, então eu falei que ela continuava com as pernas lindas, ela deu um sorriso malicioso e disse que eram todas minhas era só eu querer fazer o que quiser com elas. Aí me arrepiei toda e falei que eu nunca a esqueci e até sonhei algumas vezes estando com ela. Aí começou a tocar a música How Long Will I`Love You que eu amo de paixão, tomei o resto do meu whisky e peguei em suas mãos e a puxei para dançar comigo, nossos corpos colados se tornaram um só e ao som daquela música nossos lábios se uniram num beijo ardente e ao mesmo tempo acariciávamos nossos corpos. E aquilo foi esquentando de uma maneira que rapidamente tiramos nossas roupas e rolamos no tapete feito duas gatas no cio. Então meti minha mão na sua boceta e comecei a alisá-la e ela falou que há muito tempo esperava por aquilo e começou a lamber e a chupar meus seios com uma vontade felina. Eu então naquele tesão enorme enfiei dois dedos na sua boceta gostosa, fazendo movimentos de vai e vem fazendo ela gemer pedindo para que eu não parasse, minha mão ja toda encharcada com o melzinho que saia daquela gruta quente, então desci com minha boca e comecei a sugar, mordiscando seu grelo durinho e depois tirei meus dedos de dentro dela e os lambi, voltando até sua boca e a beijei, para ela sentir o seu próprio gosto.
     Ela então trançou suas pernas nas minhas e começou a esfregar sua boceta melada na minha e disse num sussurro que estava louca para dar sua boceta para mim, continuando ela disse para que eu a chupasse como antigamente, pois ela queria ser toda minha novamente. Então abri bem suas e comecei a chupar aquele grelo rígido e sensível, ela gemia, pedindo mais e mais, eu já estava com lá toda melada de tanto mel que saia da sua boceta, aí voltei a enfiar meus dedos na sua buceta apertada, fazendo ela dar gritos de prazer, que me deixavam maluca, meus dedos entravam e saiam da sua boceta e minha língua brincava com aquele grelo até que ela explodiu num orgasmo alucinante feito uma cadela vadia, gemendo, gritando e puxando meus cabelos como uma doida. Então depois de sugar todo o seu gozo quente subi e a beijei deliciosamente por algum tempo. Então me ajoelhei e posicionei minha boceta na sua boca e a chamando de minha putinha safada falei para que ela chupasse minha boceta como nos velhos tempos, ela então começou me chupar e enfiar seus dedos dentro de mim, me fazendo gemer como uma puta tarada ela ficou me fodendo e me chupando por algum tempo até que explodi num orgasmo delicioso e soltei meu corpo em cima sua boca ficando um tempo deitada assim, aí me virei para ela e nos beijamos apaixonadas. Depois de alguns minutos levantamos e fomos tomar outro banho só que agora juntas. Saímos do banho, deitamos na cama e dormimos abraçadas até no dia seguinte. No outro dia acordei antes da Val e olhei para ela ainda dormindo toda linda e nua. Então, tomei meu banho e a acordei para que ela tomasse tambem pois seria o seu primeiro dia de trabalho e falei que iria esperá-la na cozinha para tomarmos o café da manhã. Depois de uns 20 minutos ela desceu com um sorriso de satisfação no rosto, que tive a certeza que ela estava recordando a noite anterior. Ela então veio junto a mim para dar um beijo de bom dia, mas ao simples toque dos nossos lábios, fez com que o tesão da noite anterior voltasse e o que seria um simples beijo, transformara em um beijo excitante e apaixonado. Coloquei-a sentada na mesa de frente para mim e comecei a acariciar seu corpo. Beijei e mordi seu pescoço, ao mesmo tempo desabotoava a sua blusa e cai de boca naqueles seios deliciosos. Tirei sua blusa por completo e fiz ela deitar sobre a mesa, como ela estava de saia somente a subi mais um pouco e encontrei aquela boceta melada gostosa, toda exposta para mim, pois a safada já de má intenção estava sem calcinha. Não perdi tempo, cheirei, mordi e chupei gostoso aquela boceta rosadinha e suculenta. Ela gemia e se contorcia na mesa pedindo que eu não parasse de chupa-la, nesse meio tempo olhei para o lado e vi o pote de mel que estava na mesa junto com alguns morangos, então os peguei, mergulhando um morango no pote de mel e passei na sua boceta, o mel daquele morango se misturou com o melzinho que escorria da sua boceta e me sentei na cadeira admirando aquela cena. Já não me importava de nos atrasarmos para o trabalho, mesmo sendo o primeiro dia dela, pois também aquele era o meu primeiro dia acordando com ela na minha casa. Voltei a chupa-la com muito mais vontade que antes, aí com os meus dedinhos comecei a fode-la num vai e vem delicioso e com a outra mão eu me masturbava gostoso.
Não demorou muito e ela gozou na minha boca, que sensação deliciosa de poder sentir aquela mulher maravilhosa como meu café da manhã. Ela levantou da mesa, se ajoelhou em frente da minha cadeira, abriu meu robe e começou a chupar meus seios, ela os chupava como se chupa uma laranja. Ela como uma louca chupava um e apertava meu outro mamilo com os dedos, me fazendo delirar, pois ela conhecia meu corpo como ninguém e sabia do que eu gostava. Ela então foi descendo dando mordidas na minha barriga até chegar na minha boceta, que já estava pingando de tesão. Escorreguei um pouco mais na cadeira e abri mais minhas pernas para ela poder ver a quão excitada eu estava. Ela começou a passar a língua de baixo para cima bem devagarzinho no meu grelo, que já estava durinho querendo a atenção daquela língua de veludo deliciosa. Quando ela enfiou a língua toda dentro de mim eu não resisti e gozei intensamente, com isso ela continuou a me chupar e me foder. Meu melzinho já escorria para o meu cuzinho, ela percebendo isso me levantou da cadeira e me colocou debruçada na mesa, nessa posição ela deu um tapa na minha bunda e me chamou de puta gostosa, dei-lhe um sorriso por cima do ombro como concordando do que ela havia me chamado. Ela beijou minha bunda onde havia batido, a abriu bem e começou a passar a língua no meu cuzinho que já piscava de vontade de ser fodido. Ela enfiou dois dedos e começou um vai e vem delicioso, pedi que enfiasse mais um, ela obediente enfiou e começou a me foder com mais força. Não demorou muito e gozei novamente, rebolando com os seus dedos dentro de mim. Quando meus batimentos cardíacos se acalmaram me levantei daquela posição e sentei no seu colo, nos beijamos e nos acariciamos por um tempo, curtindo aquela sensação pós orgasmo. Após nos curtirmos mais um pouco, levantamos e fomos tomar outro banho juntas. Quando terminamos, nos vestimos e fomos para o escritório. 
Espero que estejam gostando, pois ainda terão muitas aventuras para curtirem.
Compartilhar:

Redes Sociais

Icon Icon Youtube

Contador da visistas

TRADUDOR


Anuciantes

Amigos do Face

Seguidores

Marcadores

Postagem em destaque

LOJA

Olá Amores acabei de ESCREVER o meu livro Virtual em PDF com 300 paginas , com VÁRIOS contos eróticos INÉDITOS 100% Lésbicos, vári...